Sou gorda sim, e daí?
Postado em 15 de outubro | Por Letícia Black Comentários

Eu tenho 84,4 quilos, 1,44 metros de altura e um IMC de quase 41. Sou grau 3 de obesidade, de acordo com minha nutricionista. Tenho hipotireoidismo, dores na coluna, nos joelhos e nos tornozelos e minha perna esquerda tem inchado e formigado em uma clara informação de que estou com problemas de circulação. Acordo de madrugada gritando de dor por causa de caimbra. De qualquer forma, minha gordura acumulada porque eu não tratei da minha tireóide quando descobri, é tratável. Sou completamente capaz de emagrecer: e já emagreci 2 quilos esse mês.

Fora isso, eu me sinto bem com o meu corpo. Pode parecer incrível, mas eu gosto do meu corpo, eu me sinto bem com ele. Minha insegurança começa quão o que os outros vão achar do meu corpo, mas eu por mim… Eu por mim, eu me amo. Não tenho vergonha de andar de barriga de fora, colocar um short curto ou um biquini. Eu não tenho medo na rua, porque, de verdade, eu me sinto bonita.

Meu maior medo é na internet, quando as pessoas se sentem confortáveis em suas casas e acham que podem dizer qualquer coisa que vão ficar bem. E depois fingir que está tudo bem.

Tive que cuidar de outras coisas mais sérias que um ataque juvenil de gordofobia na época; dois processos seriam complicados de lidar ao mesmo tempo, mas eu lembro o que você fez, viu? As pessoas podem não lembrar, você pode ter apagado, mas eu lembro. E vou ficar de olho. Meu outro processo já foi encerrado…

Andei com escorpianas demais nessa vida pra apagar isso, viu?

Se cuida. Que de mim cuido eu. Beijos


Sobre o Autor

Letícia Black tem 25 anos e é natural do Rio de Janeiro. Viciada em livros e séries, escreve histórias desde cedo e se diverte muito com elas. Sonserina, Judd, Lannister, tributa, erudita, gleek ou simplesmente Leka. Autora orgulhosa dos livros Contos de Uma Fada e Garota de Domingo.



Nenhum comentário em “Sou gorda sim, e daí?”